Rei Acabe

Rei Acabe

24 de junho de 2013 43 Por Pr. João de Souza

Letras nada bíblicas

Pois meus amigos, alguns leitores me pediram para eu comentar a letra abaixo cantada pelo grupo “Ministério Ardendo em Fogo”. E, devo dizer que fiquei extasiado diante de uma letra e música (a música também) tão truncada e, destoando, várias vezes da história bíblica de Acabe e Nabote.

É uma música pra crente antigo, porque, a maioria das pessoas que frequentam os cultos nem conhecem esta história; e, ao ouvirem a letra conhecerão a história de maneira truncada. Bem, eu nem sabia – porque não consta do relato bíblico do rei acabe que ele havia sido vendido por seus irmãos: “Meus irmãos me venderam só porque eu sonhei”. Esta frase pertence à história de José e está misturada como se fosse o Acabe falando. Deixe-me dizer: Este tipo de letra é coisa de gente que não conhece a Bíblia; está desesperada para fazer uma letra, porque tem que gravar logo o CD.

Pobre Acabe, não sabia que ele disse: “Já chorei demais pra chegar onde cheguei”.

Agora, parece que o autor ou autora se refere a si mesmo quando diz: “Fui chamado de adúltero, mas não esmoreci”. Não foi Acabe, nem José quem disse isso, deve ser a história do próprio autor.

O refrão, então é muito interessante. Imagine você cantando na igreja para o rei Acabe. Não se canta mais pra Deus. Agora, imagina-se que tem um rei Acabe no culto nos escutando:

“Rei acabe a minha vinha tu não vai levar”.

Haja besteira!

Confira o leitor por si mesmo a letra da música entoada pelo grupo “Ministério Ardendo em Fogo”. Uma aberração artística! Procurei corrigir o português para o leitor não tropeçar nos erros.

Rei Acabe
Rei acabe estou aqui pra te dizer
Eu não troco, não vendo, nem negocio
É herança que papai me deu.
Já chorei demais pra chegar onde cheguei
Rei acabe eu te pergunto tu suportaria tudo que suportei.

Passei noites em claro quase me desesperei
Meus irmãos me venderam só porque eu sonhei
Fui jogado entre as cinzas por Deus não negar
Rei acabe a minha vinha tu não vai levar

As afrontas foram tantas que eu até adoeci
Fui chamado de adúltero, mas não esmoreci
É Deus que me sustenta
E hoje vou falar rei acabe a minha vinha tu não vai levar

Refrão
Rei acabe a minha vinha tu não vai levar
Rei acabe a minha vinha tu não vai levar
É Deus que me sustenta e hoje eu vou falar