20. O Obstáculo Principal

Vimos que o obstáculo central no caminho do Espírito Santo foi o ego insubmisso dos discípulos. Tudo estava pronto – menos eles.

Quando o Espírito Santo desceu, no dia de Pentecoste – desceu no dia em que na tradição judaica era o momento mais favorável cheio da atmosfera da auto-entrega. A festa do Pentecoste era o dia em que se ofereciam os primeiros frutos do campo, como símbolo de que a futura colheita pertencia a Deus. Agora, neste grupo, homens e mulheres estavam sendo oferecidos como os primeiros frutos da nova humanidade e que colheriam os frutos futuros através da redenção de Jesus. Aqueles discípulos eram os sinais e símbolos de que a humanidade toda – a futura colheita – pertencia a Jesus. Será que esta perspectiva futura deixaria de ser realizada se os primeiros frutos – os discípulos – não tivessem oferecido a si mesmos? Poderia, mas não aconteceu. Porque esses primeiros frutos ofereceram-se de corpo e alma, totalmente! Quando o “tudo” deles subiu para se encontrar com o “tudo” de Deus, então o “tudo” de Deus inundou o “tudo” deles com luz e poder, com Deus, pelo Espírito Santo. Ficaram transbordantes de Deus, tão poderosamente, que os habitantes da cidade pensavam que eles estavam bêbados. E, de fato, estavam bêbados de Deus!

O Espírito Santo veio com liberdade. Por que? Pela primeira vez na história um grupo tinha sido treinado por três anos na escola da autonegação e da entrega, na escola da receptividade. Durante três anos Jesus os preparou para o momento em que eles derrubariam a última barreira – a da entrega pessoal sem reservas. Quando disseram sim, Deus disse sim. E que sim! Na corrente daquele Sim divinal todo o negativismo dos discípulos, seus medos, hesitações e dúvidas desapareceram. Ficaram livres de tudo que não queriam ter e cheios de tudo o que mais anelavam.

Nas madeiras que descem rio a baixo sempre existe um tronco principal que segura os demais. Quando aquele tronco ou madeira é retirado a madeira flui rio abaixo sem problemas. O obstáculo que nos prende espiritualmente é aquele obstáculo principal que impede que as demais coisas fluam: a falta de entrega total. A vida entregue sem reservas. Quando o obstáculo é tirado, todas as demais coisas fluem. Os discípulos demoraram dez dias para poderem dizer “sim”. Pra nós, é necessário apenas dez segundos para dizer sim!

Oração: Pai cheguei ao clímax de tudo – e digo sim com todo meu ser! Amém.

Afirmativa: O obstáculo principal foi removido; que comece a fluir a glória e o poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*