Alerta aos governantes

Uzias, rei de Judá que governou nos dias de Isaías (Is 6.1) é exemplo de governo próspero em todas as áreas. Ainda jovem, aos dezesseis anos, com a morte de seu pai Amazias foi conduzido ao trono pelo povo, tornando-se um grande governante. O povo o aclamou rei de Israel (2 Cr 26.1). Por governar numa época de prosperidade seu reino se prolongou por 52 anos, mais que todos os reis que o antecederam, sendo superado apenas por Manassés anos depois que governou Israel por 54 anos.

Uzias construiu a cidade de Elate, importantíssimo porto de acesso ao golfo de Ácaba e ao mar Vermelho o que possibilitava a navegação aos mares do sul, costa da África, oceano Índico e Oriente. Reconquistou cidades antes capturadas pelos filisteus e edificou muitas torres em Jerusalém. “Porque era amigo da agricultura” (2 Cr 26.10), cavou cisternas e edificou torres no deserto e plantou vinhas e pomares em Israel. Na área militar preparou um exército de mais de trezentos mil homens. Inventor na arte da guerra “fabricou em Jerusalém máquinas, de invenção de homens peritos, destinadas para as torres e cantos das muralhas, para atirarem flechas e grandes pedras; divulgou-se a sua fama até muito longe, porque foi maravilhosamente ajudado, até que se tornou forte (2 Cr 26.15).

Depois que se tornou famoso ficou orgulhoso e achou que podia fazer experimentos em outros campos, como no campo religioso, e aí se deu mal. Resolveu oferecer pessoalmente incenso diante do altar, em frente à cortina que separava o santuário do Santo dos Santos. Os sacerdotes tentaram impedi-lo, e ele se zangou e decidiu, assim mesmo queimar o incenso. E ali diante dos sacerdotes ficou leproso. O próprio Uzias se apressou e saiu dali, e o resto de seus dias morou sozinho numa casa ao lado do palácio porque se tornara imundo. Ver o texto todo em 2 Crônicas 26.

Uzias é exemplo de líderes do governo e de presidentes que acham que, por ter o poder nas mãos podem também inferir nos assuntos religiosos e é exatamente isso o que vem acontecendo no Brasil. O governo vem se intrometendo no campo religioso e, tais líderes, por desconhecimento ou não entram numa área que não lhes compete e são feridos pela santidade de Deus; e, apesar de todos os recursos disponíveis na medicina a seu favor morrem nas mãos dos melhores médicos.

Todo líder civil que ataca a santidade de Deus, seja esta manifestada pela igreja ou por parte dela; todo líder que cria leis com o objetivo de atingir a igreja está na mira de Deus e por este será atingido a qualquer momento. Olhando por este ponto de vista pode-se descansar em Deus que ele sempre sai em defesa de seu povo.

Leis como o aborto, casamento de pessoas do mesmo sexo e adoção e fecundação de crianças por esses pares afetam a santidade de Deus e é problema desses legisladores com Deus. Obviamente que a igreja deve levantar sua voz profética através de representantes civis na Câmara e no Senado, e, mesmo que sejam aprovadas jamais o povo que teme a Deus se submeterá a elas. Porque toda autoridade procede de Deus, no entanto toda e qualquer lei que seja promulgada por essas autoridades que fira a santidade de Deus deve ser desobedecida. Compete ao governo preparar boas cadeias e ágeis tribunais para neles julgar e aprisionar os ‘desobedientes’, que como o autor deste artigo jamais se calará e defenderá sua fé até morrer.

Neste sentido enviei e-mail diretamente ao gabinete do deputado federal Jean Willis que em declarações infelizes prometeu investir e perseguir a igreja. Não foi sensível nem educado pois seu gabinete jamais respondeu ou acusou o recebimento de minha carta. A história está aí para provar o que lhes afirmo. Todos os que entraram no santuário de Deus foram por Deus julgados com enfermidades e até morte! Hoje o santuário de Deus é a igreja, lugar de sua habitação e manifestação de sua Presença.

O leitor bem informado certamente conhece casos e mais casos de governantes bem-sucedidos repentinamente vitimados por enfermidades e morte, e por pastores que sabendo das exigências do Deus Santo também profanaram o templo de Deus com seu pecado!

Talvez o leitor questione afirmando que existem pecadores no meio da igreja; existem sim, e muitos. Mas, a maioria é de pecadores arrependidos e salvos pela graça de Deus. Os que persistem no pecado também são por Deus repreendidos e posteriormente, se não se arrependerem, julgados. Existem vários episódios na Bíblia que confirmam isto. Haja vista que nas sete igrejas da Ásia mencionadas em Apocalipse Jesus é visto andando no meio delas, e algumas igrejas eram bem imperfeitas! O candelabro de Apocalipse é uma figura da presença de Deus alumiando a terra através da igreja, e ele se fazia presente também nas igrejas imperfeitas.

 Mas, o que dizer de pastores da igreja que enveredam pelo campo da política? Também não tenho problemas com eles, visto que, caso tenham sido alguma vez vocacionados por Deus não é problema da denominação, e sim de Deus que os chamou, afinal, muitos deles optaram por seguirem os conselhos de Maquiavel e não veem contradição entre este e a Bíblia, quando na realidade são antagonicamente opostos!

Hoje existem muitos governantes à semelhança de Uzias que tentam oferecer incenso a Deus e se imiscuem legislando contrariamente aos princípios divinos. Deus que não está morto e a tudo ouve e vê, sempre que se sente ferido acena com a graça e a misericórdia, mas, quando rejeitado tem de agir a partir de seu trono de justiça!

Os rabinos dizem que Deus tem dois tronos: O da misericórdia e o da justiça e que, quando está muito irado senta-se no trono da misericórdia. Por enquanto Deus está sentado no trono da misericórdia, e ele sabe quando deve se assentar no trono do juízo!

About Pr. João de Souza

Pastor, escritor, historiador e pesquisador bíblico

View all posts by Pr. João de Souza →

4 Comments on “Alerta aos governantes”

  1. Muito boa esta análise sobre governantes Pr.Joãozinho, muito edificante e concordo plenamente com sua opinião sobre a Igreja e a Politica.
    Pastor eu o conheço desde 1997,o senhor certamente não lembra mais de mim,eu trabalhei no teatro presidente com vigia em 1997,vim de Sapiranga para POA através do Geraldo Hoffmeister,depois fui trabalhar lá no posto/garagem do Pr.Zils.
    Um forte abraço,que DEUS continue te abençoando e usando poderosamente em nome de JESUS!!!

  2. Bendito seja em nome de Jesus por tão boas palavras. Há se os evangélicos conseguisem enchegar o que tá realmente acontecendo no nosso país. Por ‘trás de promessas de dias melhores alguns evangélicos estaão perdendo seu galardão ( vida eterna ao lado do Pai, Filho e Espírito Santo) Tão se deixando levar por coisas que são a penas desse mundo… meu pai tem misericórdia do teu povo, tira a venda dos olhos deles, tira a ganancia banal, faz eles entenderem pq estão aqui senhor não abandona teu povo não meu pai, mesmo meseráveis somos obra prima das tuas mãos

  3. PARABÉNS PELA MENSAGEM ENVIADA ATRAVÉS DE VC. PELO ESPIRITO SANTO DE DEUS. JÁ COLOQUEI NO MEU FACE AS PESSOAS ESTÃO ENGANADAS MESMO DENTRO DAS IGREJAS PORQUE NÃO ESTUDAM E NEM LEEM A PALAVRA DE DEUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*