Ode a Ana Paula Valadão?

Meus amigos, sempre procuro tratar neste site das letras de hinos erradas ou incantáveis, sejam hinos antigos de nossos hinários ou dos atuais. Pois aí está um cântico que nunca será entoado em culto algum, porque é um cântico feito a uma pessoa; aliás, pessoas que idolatram pessoas e não a Deus! E, pior: O hino a Ana foi composto pelos alunos do centro de treinamento do Diante do Trono.

Eu não consigo imaginar os profetas das “casas dos profetas” que Samuel fundou em Israel entoando cânticos de louvor a Samuel, a Elias ou a Eliseu. O que se vê na Bíblia é que estão sempre entoando e celebrando a Deus, louvando ou elogiando a Deus por todas as suas obras!

Mas, vá lá! Ainda que esse cântico idolátrico tenha sido entoado num momento de descontração, ou de brincadeira está roubando de Deus a glória e concedendo-a a uma mulher! Herodes foi morto por algo semelhante a isso: Enquanto discursava e era elogiado como se Deus fosse, aceitou para si o elogio e, morreu! Bem, aqui não é Ana a culpada, mas os alunos e seus mentores que permitiram que tal brincadeira caísse na Internet.

Por favor, gente! Acordem!

Conheço a Ana Paula e estou certa de que ela não apoiaria tal coisa! Pelo menos enquanto ela e o Márcio Valadão estiverem vivos! Eles jamais concordariam com isso! Jamais! Bem, é de se supor, então, que não se trate de Ana Paula Valadão, mas de qualquer outra Ana.

O cântico até seria aceito como homenagem póstuma à Ana, mãe do Samuel, o profeta da Bíblia, mas jamais entoado em cultos a Deus.

Abaixo o link e a letra:

 

————————————

Desde o ventre da tua mãe o Senhor te contemplou
Cada um dos teus dias escreveu com amor
Ana Paula, a menina, que um dia seria
A voz de Deus nesta nação

Ana, o Senhor te chamou
Ana, Ele te levantou
Nada pode te impedir
O Espírito de Deus está sobre ti

Cremos que há muito mais para se realizar
Haverá transformação aonde a sua voz chegar
Ana Paula, és ungida, foste escolhida
Como voz de Deus para as nações

Ana, o Senhor te chamou
Ana, Ele te levantou
Nada pode te impedir
O Espírito de Deus está sobre ti

Fizeste tua entrega, sem olhar pra trás
E por tudo o que foi preciso renunciar
No nome de Jesus
ESTA GERAÇÃO QUER TE HONRAR

11 Responses to Ode a Ana Paula Valadão?

  1. Helvécio Pires disse:

    Meu amigo e pastor, João.
    Muitos pastores se tornaram Bispos, apóstolos por inveja de outros renomados que foram assim chamados, então o meu medo é que isso se torne alvo de inveja de alguns, e ai se torne corriqueiras as “homenagens”.
    Será como enredo de escola de samba onde o homenageado muitas vezes paga para ser homenageado.
    Já imaginou o apóstolo ou pastor tal pagando para o compositor fazer uma “homenagem” a ele?

  2. Maria disse:

    Querido pastor João.

    Em primeiro lugar, quero deixar bem claro que gosto muito do trabalho da Ana e de sua equipe. Não tenho dúvidas que tanto ela quanto o pastor Márcio, teem feito um bom trabalho. A Igreja Brasileira tem sido abençoada com os louvores do DT.
    O que me aflige, creio, não só a mim, mas a muitos outros irmãos, é o fato de haver uma idolotria à pessoa da Ana. Há todo um Marketing sobre a pessoa dela.
    Sempre que lembro, oro pela Ana para que ela não se perca em meio a tantos elogios e à glória deste mundo.
    Se ela estiver lendo estas linhas, quero alertá-la, por favor, amada irmã, cuidado. Uma das coisas que o inimigo ofereceu a Jesus na tentação foi a glória deste mundo. (Mt. 4:8), que foi recusada por Jesus.
    A glorificação da pessoa humana certamente nunca caba bem. Toda glória deve ser dada somente a Deus. Não podemos aceitar o ser glorificado pelos homens, somos apenas servos.

    Que Deus abençoe a todos!

    • Eu admiro o trabalho da Ana Paula. Mas, deve ter havido desvios ao longo do caminho e situações que fugiram ao controle dela. Uma lástima. Agora, escrever um cântico poético engrandecendo a Ana e ainda postando no youtube foi de uma inocência sem precedentes!

  3. soares disse:

    Indago: Não houve aí uma participação da Ana para que se chegasse a isso? Quantas foram as vezes, que se confiou mais no marketing do que em Deus nos púlpitos da Lagoinha?
    Moro em BH e visitei apenas uma vez essa igreja. Não gostei.
    Há muito jogo apelativo para cativar as pessoas, mais pelo marketing que pelo Evangelho. Essa igreja, contratou a peso em ouro um casal de marqueteiros norte-americanos, para que promovessem e divulgassem não só a Batista da Lagoinha como a família Valadão (principalmente Ana Paula).
    Talvez a Pop Star Gospel não tenha premeditado que se chegasse a isso, mas que ela correu o risco, isso correu.

  4. Alexandre disse:

    É…. e tantos irmãos que louvam e adoram a Deus desafinadinhos…
    Essa turma aí bem que podia ter usado seu talento para honrar a Jesus, mas, quem sabe não há uma certa verdade nessa música, justamente no final, pois há uma geração que honra a criatura ao invés do Criador. Não descarto aqui os cânticos de comunhão em que desejamos toda sorte de bençãos espirituais em Cristo Jesus para a vida de nossos irmãos e suas famílias e também profetizamos que nossos irmãos são benção para a igreja e as nações, mas, essa gurizada se superou!!! Afinal, o que esses centros de treinamento estão ensinando, ou melhor, os futuros cantores e músicos estão sendo treinados para ter que tipo de desempenho???

  5. Denise disse:

    Pastor João.

    Me lembro de ter visto este vídeo já a algum tempo, e ele não é novo!
    Só que, foi uma homenagem que os alunos do CTMDT fizeram para cantar para a Ana no dia do aniversário dela, se não me engano a uns três anos atrás. Não é um cântico para ser cantado pela igreja. Inclusive, na manhã deste aniversário, eles acordaram ela em casa, bem cedinho e cantaram esta canção para ela. Foi só isto.
    Não acredito que os alunos do CTMDT fizeram esta música para idolatrá-la, pois eles sabem muito bem que ela não aceitaria este tipo de coisa. Eu também a conheço, e sei que, se ela percebesse algo assim, ela impediria tal atitude neles.
    Acho que a falha foi este vídeo sair na internet, porque as pessoas não sabiam do que se tratava.
    Asaph Borba também fez uma canção para sua esposa, a homenageou, a honrou, e nem por isto foi tachado de idólatra. Temos que tomar cuidado sim, eu sei, mas aqui, foi uma homenagem de aniversário, só isto.

  6. Rony disse:

    Caro Pr. João de Souza,

    Li o comentário do Sr. sobre esta música que fizera para a Ana Paula Valadão, e não pude deixar de comentar sobre o assunto. Em momento algum vejo uma atitude de idolatria dos alunos para com Ana Paula, mas sim uma atitude de amor, gratidão e respeito pela pessoa que ela representa principalmente para eles.
    Por isso temos que ter cuidado com o que falamos, uma vez que dependendo da nossa posição somos formadores de opiniões, e, se de forma errada, analisarmos atitudes de pessoas, estamos dando legalidade ao diabo para se levantar e falar contra os escolhidos de Deus (como foi citado em alguns comentários acima).

  7. Marcelo Coicev disse:

    Caro Pastor João

    Sua intenção de analisar as letras os cânticos, se são bíblicas é muito boa.

    Sempre tenho alertado irmãos da minha igreja com relação a absurdos que estão se cantando por aí.

    Porém, com relação a esta música em específico, creio que em nenhum lugar foi dito que era um “cântico” (para uso no culto cristão).

    A questão é que cristãos também fazem música que não são necessariamente dirigidas a Deus. Podem fazer músicas sobre temas da vida, e aliás temos essa incumbência, de influenciar todas as áreas da cultura.

    Eu mesmo cheguei a compor canções e poesias para minha esposa, que não são “canticos” para serem cantados na igreja, mas são com certeza uma “homenagem”.

    Se formos entrar nessa seara, teremos que analisar também as letras das músicas seculares por aí, como as MPB´s, Sambas, Pagodes, etc. Creio que não seja esta sua intenção e sim somente as músicas que estão sendo cantadas no louvor.

    Sem querer defender a Ana Paula Valadão em si, na Bíblia também encontramos homenagens legítimas a pessoas, não somente a Deus. O livro de Cantares está repleto delas (sim, entendo que Cantares tem muitas analogias a Cristo e a Igreja, mas sob uma primeira análise, é um cântico nupcial, entre dois seres humanos). Outro exemplo é Provérbios 31, uma “homenagem” à mulher virtuosa (e não a Deus diretamente).

    Creio que temos que estar alertas à não idolatrarmos seres humanos. Mas não vamos extrapolar e achar que é pecado fazer qualquer outra música elogiando alguém que temos a quem temos apreço.

    Acho que isto é sensato de nossa parte.

    Abraços.

  8. Aldar disse:

    Ola amado pastor, admiro o seu trabalho a muitos anos, porem com respeitos a estas questões, a biblia afirma em mateus capitulo 18 que se vemos algum irmão em falta temos que primeiramente ir ate ao irmão .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*