Sinais da volta de Jesus

Textos bíblicos: Mateus 24.32-44; Atos 1.10-11; 1 Ts 5.1-2 e 2 Ts 2.1-6.

A volta de Jesus foi predita pelo Senhor, anunciada pelos anjos quando ele subiu ao céu e ensinada pelo apóstolo Paulo.

Buscando alguns sinais do fim dos tempos.

1. O renascimento de Israel (Mt 24.32-35 c/ Is 66.8: “Pode, acaso, nascer uma terra num só dia? Ou nasce uma nação de uma só vez? Pois Sião, antes que lhe viessem as dores, deu à luz seus filhos.”

Nenhuma nação deixou de existir por centenas de anos voltando a ser nação outra vez!

2. Profecias…

a) A luta com as nações ao seu redor. Davi escreveu há três mil anos atrás sobre isto. “Os teus inimigos se alvoroçam. Dizem: Vinde, risquemo-los de entre as nações; e não haja mais memória do nome de Israel” (Sl 83.2-8).

b) O ressurgimento milagroso da língua hebraica. Sofonias profetizou a respeito (Sf 3.9). Uma nação que ficou mais de dois mil anos sem idioma, agora conseguiu reavê-la.

Eleazar bem Yehuda restaurou o idioma no início do século usando as sete mil palavras originais usadas pelos sacerdotes na adoração no templo. Ele inventou outras milhares de palavras para lápis, avião, etc. Cinco milhões de judeus usam o hebraico como língua viva em Israel!

3. Retorno dos judeus para Israel. O retorno dos judeus etíopes para Israel. Sofonias 3.10 e Isaias 43.6. Nos dias do rei Salomão um grupo de judeus das doze tribos imigrou para a Etiópia com o príncipe Menelik filho de Salomão com a rainha de Sabá.

O profeta fala do retorno do povo para Israel. No fim da década de 80 e início dos anos 90 oitenta e cinco mil judeus negros da Etiópia foram resgatados pelas montanhas. Ez 37.21.

4. Fertilidade da terra. A terra voltou a ser fértil (Is 27.6; Jl 2.23; Is 35.7). Noventa por cento das laranjas consumidas na Europa vêm de Israel. A cada ano o ciclo das chuvas aumenta em dez por cento. Os judeus plantaram 200 milhões de árvores em Israel.

5. A expansão da cidade. Outra passagem afirma que Israel habitaria fora dos muros. Na Antiguidade isto seria impossível. Hoje as cidades se espalham para fora dos muros (Ez 38.11). Ezequiel profetizou sobre isto há 2.500 anos!

6. O surgimento do Império Romano. Daniel 2.40-44. Depois da segunda guerra mundial foi criada a OTAN. Em 1957 seis países assinaram o Tratado de Roma lançando os fundamentos do futuro Estados Unidos da Europa. Na abertura, Henri Speak, disse: “Estamos conscientemente recriando o Império Romano mais uma vez.” O tratado de Maastricht consolidou o mercado comum europeu.

7. Governo mundial. Daniel 7.14 e Ap 13.7,8. Estamos nos encaminhando para um governo mundial. A globalização política, econômica e monetária.

8. Pestes e fome. As pestes. AIDS. (Zc 14.12; Ap 6.8; Mt 24.7). A previsão é de que somente na África dentro de 12 anos morram mais de trezentos milhões de pessoas vitimadas pela AIDS. Fome mundial (Ap 6.5). Na África são 35 milhões de pessoas morrendo de fome. No Brasil não se sabe as cifras.

9. Terremotos. De 1900 a 1949 havia três grandes terremotos em cada década. Na década de ’50 houve 9 grandes terremotos; 13 na década de 60; 56 na década de 70 e 74 na década de 80.

Os profetas alertaram sobre os terremotos (Ap 16.18). 5 mil morreram no Afeganistão em 1998. 300 mil morreram no Tsuname. 75 mil morreram faz um ano no Paquistão. 240 mil morreram no Haiti. Na China, quantos morreram? Calcula-se em 75 mil pessoas!

10. O aumento da ciência.

a) Preparação para a besta do apocalipse (Ap 13.16-18). Hoje os dados de 30 volumes da Enciclopédia Britânica podem ser armazenados num chips do tamanho de dois grãos de arroz.  O dinheiro será eletrônico. Já está em testes o “cartão inteligente” contendo todos os dados de uma pessoa! Como é que João pode ver tudo isto?

b) As comunicações mundiais (Ap 11.9,10). Há algumas décadas uma notícia do Japão para cá demoraria vários meses. Hoje é na hora! Mais de um bilhão de pessoas viram os jogos de futebol da Alemanha ao mesmo tempo. Esta é uma profecia que poderá se cumprir diante de nossos olhos.

c) O progresso da telefonia; o progresso das filmagens; progresso dos computadores. O mundo interligado sem cabos (antigamente usava-se o cabo inter-oceânico entre Brasil e Europa para poder telefonar). A comunicação hoje é pelo espaço e sem fios.

11. Pregação do evangelho. O Evangelho será pregado a todos os povos (Mt 24.14). A Bíblia já está traduzida em mais de 3.850 idiomas do mundo inteiro.

12. Rodovias intercontinentais. Uma rodovia militar através da Ásia (Ap 16.12). Através da história o rio Eufrates foi uma barreira natural entre o Oriente e o Ocidente. Agora o governo da Turquia construiu a represa de Ataturque que poderá secar o rio pela primeira vez na história do mundo. João profetizou a respeito. O governo da China vem gastando milhões de dólares na construção de uma rodovia militar que virá pelo sul da China, Tibete, Afeganistão e Paquistão. Inaugurou recentemente uma linha férrea através das montanhas para alcançar o Nepal e Índia.

13. A reconstrução do Templo. A reconstrução do templo (Is 2.2; Ap 11.1,2; 2 Ts 2.3,4; Ez 43.19). Será necessário a reconstrução do templo antes da volta de Jesus.

14. Arca da aliança. Estará escondida? Os judeus não se preocupam se vão encontrar ou não a arca, porque conhecem a profecia de Jeremias, que diz: “Sucederá que, quando vos multiplicardes e vos tornardes fecundos na terra, então, diz o SENHOR, nunca mais se exclamará: A arca da Aliança do Senhor! Ela não lhes virá à mente, não se lembrarão dela nem dela sentirão falta; e não se fará outra” (Jr 3.16).

15. Óleo da unção. O óleo da unção (Ex 30.25,26). Quando os romanos invadiram Israel destruíram as duas únicas árvores usadas para produzir o óleo. Daniel predisse que a “unção” aconteceria (Dn 9.24). Alguns anos atrás os arqueólogos encontraram o óleo de unção guardados numa cova do mar Morto. Um dos cinco ingredientes usados para a fabricação do óleo de unção era o cálamo produzido pelas únicas duas árvores existentes. Os romanos destruíram as árvores na invasão de Jerusalém no ano 70 D.C. Os cientistas comprovaram que o vaso com óleo tem mais de dois mil anos! Estava ali há mais de dois mil anos!

Estava guardado na caverna de Qumram, próximo ao mar Morto. Onde também foram encontrados os pergaminhos contendo o AT.

16. Os utensílios do templo (Ez 44.16,17). O Instituto do Templo da Velha Cidade de Jerusalém preparou mais de setenta e cinco objetos, vasos, e tecidos de linho para o serviço do templo de Jerusalém. Os Yeshivas ou Faculdade Bíblica de Jerusalém já treinaram mais de quinhentos jovens da tribo de Levi para assumirem suas atividades no templo.

17. A bezerra Vermelha. Números 19. As cinzas de uma novilha vermelha serão necessárias para a purificação do templo. Desde 1990 que Clyde Lott, um pastor e criador de gado do Mississipi vem se interessando pela novilha vermelha o que o levou a estudar a respeito de como desenvolver aquele tipo de animal descrito em Números 19.

18. O aumento da iniquidade (Mt 24.12; 1 Tm 4.1-5). Os costumes sociais estão mudando para costumes mais perversos e iníquos.

O Fim Vem!

E então virá o fim! Precisamos observar os movimentos no mundo espiritual para conhecermos a época da vinda de Jesus.

About Pr. João de Souza

Pastor, escritor, historiador e pesquisador bíblico

View all posts by Pr. João de Souza →

2 Comments on “Sinais da volta de Jesus”

  1. Pastor evangélico quer matar o diabo com tiro de revolver

    1) Palhaço: homem que se presta ao ridículo.

    2) Ridicularizar: fazer de algo ou alguém motivo de rizo ou menosprezo; zombar; escarnecer. Tornar-se ridículo.

    3) Respeitável público, Igreja não é circo, nem o púlpito é picadeiro para “palhaços”.

    4) Palhaçada evangélica: http://www.youtube.com/watch?v=TGCVBDerYDw

    5) “As armas exibidas neste vídeo foram doadas como ofertas, de responsabilidade de seus proprietários.” (AP. Manuel)

    6) “O uso destas armas foi apenas com a intenção de encenar um ato profético” (AP. Manuel)

    7) “O Centro de Avivamento para s Nações repudia qualquer manifestação de violência” (AP. Manuel)

    8) “Somos totalmente contra o uso de qualquer tipo de arma” (AP. Manuel)

    9) O tal do AP. Manuel parece estar mais endemoninhado que o diabo (pelo menos o diabo conhece a palavra de Deus).

    10) “Porque as armas de nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus, para destruição das fortalezas” (2 Co 10.4).

    “Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós.” (Romanos 2.24)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*