Venha (a mim) o teu reino

“Acerca dos profetas. O meu coração está quebrantado dentro de mim; todos os meus ossos estremecem; sou como homem embriagado e como homem vencido pelo vinho, por causa do SENHOR e por causa das suas santas palavras. Pois estão contaminados, tanto o profeta como o sacerdote; até na minha casa achei a sua maldade, diz o SENHOR” (Jr 23.9-11).

O texto de Jeremias começa denunciando os profetas. O meu texto apenas repetirá o que escreveu Jeremias, denunciando também os profetas. Especialmente os pregadores de hoje que se dizem profetas e entram pela TV no lar de milhões de brasileiros profetizando prosperidade em troca de “generosas” ofertas. Tempos atrás os programas de diversos evangelistas televisivos pediam em média 30 reais por mês, mas a ganância financeira dos profetas vem elevando o pedido para cifras enormes. Cerullo pediu em 2009 uma oferta de 900,00. Veio o Murdoch (brasileiro adora ser papagaio de americano burguês) e pediu mil reais. Agora, Cerullo ataca novamente com seu judaísmo cabalístico pedindo oferta de 610,00. (Até quando, Senhor, Cerullo se apresentará como teu profeta permanecendo impune?).

“Pois estão contaminados, tanto o profeta como o sacerdote; até na minha casa achei a sua maldade, diz o Senhor” (Jr 23.11). Não é de Jeremias nem de alguns de nós esta palavra, mas do próprio Deus. E como são palavras do próprio Deus eu as uso para denunciar os profetas da prosperidade. Sim, porque nos dias de Jeremias havia profetas da prosperidade tal qual nos dias de hoje.

E não me refiro apenas a este fato em particular que o leitor tem em mente e que aparece em sua TV aos sábados e pelas madrugadas, mas a certos pregadores que cobram valores exorbitantes pra pregarem num sábado e domingo; aos cantores gospel que a cada cachê ganham mais que qualquer empresário do Brasil e têm uma agenda recheada de vários compromissos mensais. Alguns deles acumularam riquezas enormes nos últimos anos explorando sua fé, meu irmão! Um dia o Ministério Público Federal e o leão do imposto de Renda os alcançarão – apoiados e instigados pelo Leão de Judá que já deve andar no encalce dos profetas balaônicos.

Esses profetas da prosperidade não estão interessados no bem do povo de Deus nem trabalham para que o reino de Deus desça a terra. Eles querem implantar seu próprio reino. E, para tanto, não medem esforços. Ostentam títulos, como se estes lhes dessem veracidade ministerial. Apóstolos? Não. Agora temos o patriarca da igreja evangélica que aparece num vídeo sendo consagrado sob um manto purpúreo. Ele toma pra si o manto de Cristo e se assume como o pai da igreja.

Deixe-me dizer-lhes: Deus está muito triste com tudo isto. O Senhor Jesus está muito ofendido com tudo isto.

Os profetas que deveriam ser os confidentes de Deus; que deveriam sentir os gemidos e a agonia de Deus por sua igreja se corromperam espiritualmente. Sim, porque o profeta é o confidente de Deus; alguém com quem Deus compartilha o que está para fazer; alguém que ouve os sussurros de Deus; que sente o palpitar o coração do Pai.

Onde antes havia o Espírito de Deus, hoje opera o espírito de Balaão. Onde antes havia o temor de Deus, opera a falta de temor de Caim. E tenho uma palavra a todos os que vivem no temor do Senhor! Tranquilizem-se! Deus está no controle!

E quando Deus resolver agir, escondam-se, porque a vara da ira costuma deixar seus rastros por toda parte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*