O sacudir de Deus

Pois meus amigos, uma das especialidades de Deus é sacudir a terra; mexer com as estruturas e terminar com os sonhos errados dos homens. Sua especialidade é sacudir tudo que há sobre a terra para que sua vontade, definitivamente seja estabelecida! E existe base bíblica para o que estou afirmando. Deus destruiu a torre de Babel e espalhou os povos pela face da terra; Deus estabeleceu que os amalequitas tinham de ser destruídos; avisou que Israel seria levado para cativeiro se persistisse em desobedecer suas leis e notificou através dos profetas que levantaria um povo sobre a terra – de gente que não o conhecia pelo nome.

E avisou através de Ageu:

“Pois assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda uma vez, dentro em pouco, farei abalar o céu, a terra, o mar e a terra seca; farei abalar todas as nações, e as coisas preciosas de todas as nações virão, e encherei de glória esta casa, diz o Senhor dos Exércitos. A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos…” (Ag 2.6-9).

A versão corrigida é mais explícita neste texto pois diz: “e virá o Desejado de todas as nações” e não “todas as nações virão”.

Para entender como Deus age é preciso que você creia que ele é Senhor e Soberano sobre os destinos da terra e dos seres humanos. Hoje no Brasil divulgou-se a idéia de que Deus criou o homem e deixou nas mãos dele a responsabilidade de seu destino. Se em parte isto é verdade – o homem decide seu destino espiritual – por outro Deus é superior e pode interferir, se assim desejar, no destino da terra e da humanidade.

Aliás, ao projetar o universo Deus estabeleceu um programa ou propósito que ainda está valendo! Até os astros, ou o Zodíaco foi estabelecido para deixar “escrito” nas estrelas (nada a ver com a novela do mesmo nome) seu programa mundial. E deixou também as escrituras como última e verdadeira resposta a quem quiser conhecer o destino da humanidade.

Assim, resumindo essa introdução quero afirmar que Deus está no controle da igreja, e ultimamente parece que ele a está sacudindo e fazendo-a estremecer para que ela se desperte e acorde a tempo, antes de perder totalmente seu propósito.

Como venho sistematicamente afirmando em artigos anteriores, o que está acontecendo com a igreja tem a permissão de Deus, porque, a partir do momento em que a igreja brasileira deixou de lado sua verdadeira missão e se corrompeu com o sistema religioso e político e agregou-se ao grupo de Laodicéia, Deus irá sacudir as estruturas denominacionais – e não me refiro as denominações conhecidas, mas a qualquer movimento ou congregação local que tenha se desviado do propósito original de Deus.

O que está acontecendo com as Assembléias de Deus já aconteceu com algumas denominações. E acontecerá com outras. Mas, não apenas com as denominações, porque hoje as comunidades cristãs que ajudei a iniciar em 1975 se dividiram em dezenas de presbitérios e de ministérios, e andam isoladamente, cada uma delas sob a tutela de um líder forte. Se na Assembléia de Deus a divisão é estrutural, nas comunidades e nas igrejas locais é de ordem espiritual, isto é, uma questão de autoridade. Apenas que as Assembléias de Deus por ser mais visível na mídia aparece em destaque; as demais divisões de igrejas menores não aparecem na mídia evangélica.

Deus haverá de sacudir a igreja brasileira. Através de leis injustas e de perseguição velada dos meios de comunicação e do governo; através de divisões e de esfacelamento das estruturas denominacionais.

Por outro lado, a igreja brasileira será fortalecida, porque terá que vencer a descrença do povo em Deus; terá que provar que é realmente povo de Deus e que sua mensagem é verdadeira. Sim, porque o povo brasileiro já não está mais acreditando na igreja; os empresários já não querem contratar crentes como empregados. Não está mais acreditando na igreja porque o povo cristão em nada difere do mundo: O povo se prostitui, o divórcio grassa a igreja, e até a liderança da igreja está corrompida.

Como a sociedade acatará a mensagem que a igreja proclama? Se esta não vive o que prega?

Então, no meio de uma sociedade incrédula, os verdadeiros cristãos, mesmo sendo em menor número se destacarão e farão a grande diferença!

Outra coisa interessante é que todas as estruturas humanas terão que ser destruídas, para que Jesus, “o desejado das nações” venha e reine sobre a terra. Às vezes pensamos – e não está errado pensar assim – que o mundo todo será desestabilizado para que o anticristo venha e coloque tudo em ordem. Mas, não devemos esquecer que Deus desestabilizará todas as coisas para que o terreno esteja pronto para a chegada do Filho de Deus.

Como reinará o “desejado das nações” com um sistema desses?

Também acredito que o Filho de Deus não anda se sentindo muito bem na igreja. Explico. Pelo menos nos últimos anos não temos ouvido uma voz profética clara, vinda de Deus. Existe um clamor profético, como os que tenho escrito. No entanto, aqueles de quem esperávamos uma voz profética de Deus se corromperam. Algumas dessas pessoas se autodenominam apóstolos e apóstolas, e estão fazendo apelos abertamente para que o povo brasileiro vote neste ou naquele candidato, como se Deus precisasse de candidatos a presidente para trazer seu governo sobre a igreja.

Onde estão os “apóstolos”? Ricos e abastados, frequentando as rodas sociais. Onde estão os profetas? Alguns estão corrompidos, como os profetas dos dias de Jeremias, mas outros estão clamando e tentando, pelo menos, salvar suas próprias vidas!

Pense nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*