21. A primeira necessidade: Pertencer

Romanos 1.1-6

A psicologia afirma que as pessoas têm três necessidades básicas: A necessidade de pertencer; de significância (sentido) e de segurança.

Observe que a primeira da lista é a necessidade de pertencer. O elefante que é expulso do bando pelos machos mais novos se torna agressivo, destrutivo, destruindo árvores, casas, jardins e tudo o que estiver à sua frente, porque já não pertence mais ao grupo. Fica irrequieto e infeliz. O homem atual tem o mesmo sentimento: O de não pertencer. O homem atual, por não pertencer a nada se destrói e destrói seus pares.

Os que estavam no cenáculo decidiram pertencer ao grupo de Jesus e de se submeter a ele. Depois de se submeterem a Jesus, já não se submetiam a ninguém mais: todos se lhes submetiam. Ficaram aos pés de Jesus o tempo todo. Presos a ele, andaram pela terra – livres! Ao pertencer a ele, tudo lhes pertencia. Submeteram-se e, consequentemente os demais se lhes submetiam.

Passaram a ter sentido. Agora possuíam sentido porque pertenciam, e esta era a diferença. Por isso, partiram sabendo que a realidade principal os protegia, os apoiava e os sustentava. Por isso não temiam a ninguém. Quando uma pessoa pertence apenas a si mesma sente-se insegura, porque não tem o apoio principal. Nada lhe apóia, a não ser você mesmo. E lá no fundo você sabe que seu apoio não é suficiente para lhe suster. Daí as incertezas.

E a terceira necessidade dos discípulos foi preenchida: passaram a se sentir seguros. Quando abandonaram seu senso falso de segurança e de orgulho, e passaram a contar com a segurança de Deus, toda indecisão se foi. Passaram a andar pela terra como vencedores.

A autoentrega foi a chave. Não uma entrega ao mundo, como supõem alguns, mas algo mais profundo: Uma autoentrega. É possível abandonar o mundo e nunca abandonar a si mesmo. Existe um grupo na Índia, os Nagas “vestidos do céu”, sadus nus que renunciam ao mundo; mas são difíceis de lidar, fechados, porque não renunciam a si mesmos.

Oração: ó Cristo, meu Mestre. Eu me entrego, assim, ficarei em mãos seguras, e poderei descansar de todos os fardos. Eu pertenço. Amém.

 Afirmativa: O primeiro passo que devo dar para dominar é ser dominado – ter o meu ser submisso.

About Pr. João de Souza

Pastor, escritor, historiador e pesquisador bíblico

View all posts by Pr. João de Souza →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*